DOWNLOADS

  • LMDM Divulga Ranking de Rentabilidade das Distribuidoras de Energia – 2018

    Pelo terceiro ano consecutivo a LMDM publica o Ranking rentabilidade das 21 maiores distribuidoras de energia elétrica do país.

  • Do ponto de vista ambiental, é interessante o crescimento da Geração Fotovoltaica via MGD experimentado pelo Brasil nos últimos anos?

    Do ponto de vista de emissões de GEE e efeitos diversos nos demais sistemas ambientais e de saúde humana e frente à atual composição da matriz de geração de energia elétrica no Brasil (onde a geração hidrelétrica de grande porte é predominante), a expansão da fonte fotovoltaica via MGD é opção interessante?

  • Ranking e Análise da Rentabilidade das Distribuidoras de Energia Elétrica do País – 2017

    Dando continuidade ao estudo iniciado em 2016 (referente aos 3 anos anteriores), a LMDM Consultoria realizou análise da rentabilidade econômico-financeira das distribuidoras de energia, comparando indicadores econômico-financeiros chave com a rentabilidade teórica da ANEEL, o WACC, e classificando as empresas com base na performance desses indicadores. O estudo foi englobou os anos 2014,2015 e 2016.

  • Crescimento da Mini e Microgeração Fotovoltaica Distribuída no Brasil em 2016: Análise econômica da oportunidade perdida através da matriz insumo produto

    Qual seria o impacto na economia brasileira dado que a demanda projetada de micro e minigeração fotovoltaica para 2016 conforme projeção da ANEEL fosse atendida 100% pela indústria brasileira?

  • Orçamento de Obras e Cálculo de BDI

    Apresentação sobre técnicas de orçamentação de obras públicas e privadas e o cálculo de BDI e suas particularidades.

  • Ranking e Análise da Rentabilidade das Distribuidoras de Energia Elétrica do País – 2016

    Complementando o estudo de Eficiência Financeira e Potencial Regulatório das concessionárias de distribuição de energia elétrica. A LMDM Consultoria realizou uma análise da rentabilidade econômico-financeira das distribuidoras de energia, comparando indicadores econômico-financeiros chave com a rentabilidade teórica da ANEEL, o WACC, e classificando as empresas com base na performance desses indicadores.

  • Eficiência Financeira e Potencial Regulatório das distribuidoras de energia elétrica

    Este estudo demonstra diversos dados contábeis e regulatórios das 20 maiores distribuidoras de energia do país, demonstrando aquelas que se destacam em diferentes indicadores e elaborando um ranking com aquelas que apresentam os melhores resultados e o maior potencial para resultados futuros.

  • Estudo de Rentabilidade das Concessões de Geração Após MP579

    Neste estudo, demonstramos a evolução da rentabilidade das geradoras de energia elétrica antes e após a Medida Provisória 579/2012, demonstrando o efeito verificado nas empresas que optaram pela renovação e nas que optaram pela não-renovação.

  • MP 579: Lições Aprendidas e Propostas para o Futuro

    Artigo apresentado pela LMDM no XVIII Seminário de Planejamento Econômico-Financeiro do Setor Elétrico – SEPEF da Fundação COGE, em 28 de Outubro de 2015, pelo sócio de regulação econômica da consultoria - Diogo Mac Cord de Faria.

  • Informativo – Leilão 12/2015 (Usinas Cotistas)

    Eis que chegou o dia de vencimento dos contratos das usinas que não quiseram antecipar a renovação em 2012. No próximo dia 06 de novembro, 3,2 GW médios (6% do total de todo o país) serão licitados. A diferença para a situação de 2012 é que, desta vez, não tem mais a Eletrobras para assumir o problema: ou os investidores privados ajudam, ou não tem conversa. Isso porque a estatal já está endividada o suficiente, e assumir mais um parque deste tamanho poderia ser o tiro de misericórdia na empresa. Além disso, o governo precisa de dinheiro (e quer vender a outorga, que é o direito de exploração, destas usinas). Veio a MP 688, como veio a MP 579: de surpresa, sem conversa e com uma proposta original muito ruim. Felizmente, a ANEEL parou para ouvir o mercado – e importantes alterações foram feitas para o leilão.

  • As empresas estaduais devem ser reguladas da mesma forma que as novas concessões privadas de saneamento?

    O processo de revisão tarifária em empresas de saneamento básico precisa observar, obrigatoriamente, se houve ou não licitação concorrencial quando da concessão do serviço – sob pena de inviabilizar todo o modelo originalmente proposto, penalizando a concessionária ou o consumidor. Este estudo demonstrará quais são as características que precisarão ser consideradas na formatação da tarifa, e como elas variam de acordo com a forma de escolha da concessionária.

  • Análise dos novos critérios de sustentabilidade econômico-financeiros propostos no Termo Aditivo ao contrato das distribuidoras

    A partir da Audiência Pública 038/2015, na qual foi disponibilizada a Nota Técnica N°175/2015, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) propõe a implementação de medidas para promover a sustentabilidade econômico-financeira e governança corporativa das concessionárias de distribuição de energia elétrica do país. O sócio de gestão de riscos da LMDM, Carlos Lebelein, aborda o tema e analisa o impacto destas novas medidas.